Participação da ESFRL nas Jornadas de Engenharia do Ambiente - 2019

No dia em que se assinalou o Dia Nacional dos Cientistas, 16 de maio de 2019, foram três os projetos científicos realizados por alunos da ESFRL que estiveram a ser apresentados nas V Jornadas de Engenharia do Ambiente, no Edifício D do Campus 2 da ESTG/IPLeiria.

1819EngAmbiente

Os alunos orientados pela professora de Biologia 12, Ana Lisa Gameiro, apresentaram oralmente ou sob a forma de um póster científico, projetos desenvolvidos em parceria com a ESTG/IPLeiria, em particular com os Professores Doutores  Kirill Ispolnov,  Lídia Pereira, Nelson Oliveira, Judite Vieira, Sílvia Monteiro e Maria Lizete Heleno, a quem muito agradecemos.
A aluna Natália Galício apresentou uma comunicação sob o título POLUIÇÃO NO RIO LIS E DESENVOLVIMENTO DA  LEMNA MINOR , ou seja, como é que as lentilhas-de-água podem ser usadas como indicador de poluição do nosso rio. A Natália concluiu que a população de lentilhas-de-água é crescente da nascente à foz do Lis e tem relação com a presença de fertilizantes agrícolas que drenam dos campos para o rio, com risco de eutrofização.
Os participantes nestas Jornadas puderam ler atentamente o poster científico apresentado pela Beatriz Vaz, Bianca Carnide e Francisco Miguel, resultado de um estudo de projeto sobre a alga  CHLORELLA VULGARIS  aqui vista na perspetiva de uma ETAR natural. Segundo os alunos autores, o seu trabalho permitiu concluir  que esta alga pode ter um papel relevante no consumo dos nitratos e fosfatos que poluem os cursos de água doce que atravessam campos agrícolas e suiniculturas, na nossa região. 
Motivados pelo facto de Leiria estar inserida no projeto Urbanwins e tendo o objetivo de aplicar e testar, no meio doméstico, algumas medidas de promoção da sustentabilidade ambiental, a Carolina Bonito, a Inês Moreira e o Ivan Sousa construíram um biocompostor. Provaram, assim, que os problemas levantados pela ECONOMIA CIRCULAR, que reflete sobre o facto da população humana estar a crescer muitíssimo, a adquirir bens de consumo supérfluos e a esgotar recursos naturais essenciais, podem ser minimizados por todos nós, mesmo nas tarefas mais simples.
1819EngAmbiente3 1819EngAmbiente2
 
 Aos nossos cientistas, muito obrigado pela sua participação e pela forma como representaram a ESFRL.