Cidadania e Desenvolvimento – ano letivo 2020/2021

Projetos realizados 10º e 1º anos  - 11º e 2º anos  - 12º e 3º anos

No âmbito da componente curricular de Cidadania e Desenvolvimento, todas as turmas da ESFRL desenvolveram projetos que permitiram aos alunos trabalharem a proatividade na procura de soluções em função do bem comum, assumindo-se como cidadãos participativos e humanistas. Conforme a Estratégia de Educação para a Cidadania de Escola, os domínios obrigatórios desenvolvidos por ano de escolaridade foram:

l 10º e 1ºs anos: Desenvolvimento Sustentável, Educação Ambiental e Saúde

Os jovens sentiram o apelo global de participação na “Agenda 2030”, trabalhando um (ou vários) “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, aprovados na Cimeira das Nações Unidas em setembro de 2015. (VER PROJETOS AQUI)

l 11º e 2º anos: Interculturalidade

A era da globalização, as transformações sociais ocorrem a um ritmo cada vez mais acelerado. Fenómenos como as mudanças climáticas, migrações e desastres naturais têm uma enorme influência nas sociedades, causando muito frequentemente um aumento das desigualdades, da pobreza e da exclusão. Os mecanismos de prevenção e resolução têm de ser baseados em valores como a paz, a inclusão, a dignidade humana e a igualdade e promover o entendimento mútuo, a tolerância e a aceitação da diferença. Hoje, mais do que nunca, é necessário promover valores, atitudes e comportamentos que fomentem o diálogo, a não-violência, a tolerância e a reaproximação de culturas, princípios centrais à Declaração Universal da Diversidade Cultural da UNESCO.

As turmas refletiram nos seus projetos, formas diversas de conhecer e aproximar culturas. (VER PROJETOS AQUI)

l 12º e 3º anos: Direitos Humanos e Igualdade de Género

Os Direitos Humanos, enquanto domínio da Cidadania e Desenvolvimento, visam promover uma cultura de direitos humanos e de liberdades fundamentais, em todos os aspetos da vida das pessoas, contribuindo para que as crianças e os jovens adquiram os conhecimentos, capacidades, valores e atitudes que lhes permitam compreender, exercer e defender os Direitos Humanos, assumindo o respeito por estes como responsabilidade de todas as pessoas, em prol de um mundo de paz, justiça, liberdade e democracia.

A Educação para a Igualdade de Género pretende incentivar os alunos a conhecer o Conceito Igualdade de Género. Com isso, procura promover igualmente os direitos das mulheres e das raparigas e a igualdade de género em vários planos – político, económico, social e cultural – contribuindo para a eliminação de estereótipos.

Os alunos do 12º e 3ºanos desenvolveram projetos que visaram estes 2 domínios obrigatórios (VER PROJETOS AQUI)