Cidadania e Desenvolvimento – ano letivo 2020/2021

Projetos realizados 10º e 1º anos  - 11º e 2º anos  - 12º e 3º anos

No âmbito da componente curricular de Cidadania e Desenvolvimento, todas as turmas da ESFRL desenvolveram projetos que permitiram aos alunos trabalharem a proatividade na procura de soluções em função do bem comum, assumindo-se como cidadãos participativos e humanistas. Conforme a Estratégia de Educação para a Cidadania de Escola, os domínios obrigatórios desenvolvidos por ano de escolaridade foram:

l 10º e 1ºs anos: Desenvolvimento Sustentável, Educação Ambiental e Saúde

Os jovens sentiram o apelo global de participação na “Agenda 2030”, trabalhando um (ou vários) “Objetivos do Desenvolvimento Sustentável”, aprovados na Cimeira das Nações Unidas em setembro de 2015. (VER PROJETOS AQUI)

l 11º e 2º anos: Interculturalidade

A era da globalização, as transformações sociais ocorrem a um ritmo cada vez mais acelerado. Fenómenos como as mudanças climáticas, migrações e desastres naturais têm uma enorme influência nas sociedades, causando muito frequentemente um aumento das desigualdades, da pobreza e da exclusão. Os mecanismos de prevenção e resolução têm de ser baseados em valores como a paz, a inclusão, a dignidade humana e a igualdade e promover o entendimento mútuo, a tolerância e a aceitação da diferença. Hoje, mais do que nunca, é necessário promover valores, atitudes e comportamentos que fomentem o diálogo, a não-violência, a tolerância e a reaproximação de culturas, princípios centrais à Declaração Universal da Diversidade Cultural da UNESCO.

As turmas refletiram nos seus projetos, formas diversas de conhecer e aproximar culturas. (VER PROJETOS AQUI)

l 12º e 3º anos: Direitos Humanos e Igualdade de Género

Os Direitos Humanos, enquanto domínio da Cidadania e Desenvolvimento, visam promover uma cultura de direitos humanos e de liberdades fundamentais, em todos os aspetos da vida das pessoas, contribuindo para que as crianças e os jovens adquiram os conhecimentos, capacidades, valores e atitudes que lhes permitam compreender, exercer e defender os Direitos Humanos, assumindo o respeito por estes como responsabilidade de todas as pessoas, em prol de um mundo de paz, justiça, liberdade e democracia.

A Educação para a Igualdade de Género pretende incentivar os alunos a conhecer o Conceito Igualdade de Género. Com isso, procura promover igualmente os direitos das mulheres e das raparigas e a igualdade de género em vários planos – político, económico, social e cultural – contribuindo para a eliminação de estereótipos.

Os alunos do 12º e 3ºanos desenvolveram projetos que visaram estes 2 domínios obrigatórios (VER PROJETOS AQUI)

Exames Nacionais e Provas de Equiv. à Frequência

Consulta de prova de exame e pedido de reapreciação: modelos, procedimentos e prazos

Consulta de prova Modelo 9

O pedido de consulta de prova deve ser realizado no próprio dia ou no dia útil seguinte ao da publicação da respetiva classificação. Descarregue o modelo 9, preencha e grave, de seguida envie email com anexo, identificado com nome e número de documento de identificação, para o endereço Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

As cópias da prova serão entregues ao aluno no 20 de setembro. Para este efeito, deverá deslocar-se à escola (de acordo com o horário dos Serviços Administrativos) para assinar o requerimento e pagamento da devida taxa.

  • "Tendo a Presidência do Júri Nacional de Exames(JNE) tido conhecimento de que os alunos e escolas  se estavam a deparar com constrangimentos na inscrição para melhoria de classificação de disciplinas,  na 2.ª fase, vem esta Presidência solicitar que os agrupamentos do JNE enviem às respetivas escolas o seguinte esclarecimento"

Consultar esclarecimento

Norma 2/2021 JNE - Instruções para Realização, classificação, reapreciação e reclamação: Provas e Exames do Ensino Básico e do Ensino Secundário, para conhecimento.

  • Despacho normativo n.º 14-A/2021, que procede à regulamentação da realização de exames finais nacionais para melhoria de nota da classificação final da disciplina apenas para efeitos de acesso ao ensino superior e à definição do respetivo processo extraordinário de inscrição.
  • Processo extraordinário de inscrição - Informação aos alunos que procedem à alteração de inscrição.

Prazo termina a 31-05-2021

 
  • De acordo com o Despacho Normativo nº10-A/2021, de 22 de março, a realização dos exames finais nacionais e das provas de equivalência à frequência do ensino  secundário está sujeita a inscrição nos termos e prazos definidos.

Prazo para inscrição  para a 1ª fase – De 24 de março a 15 de abril

​Prazo para inscrição  para a 2ª fase – De 2 a 6 de agosto.

Os alunos que necessitem de esclarecimentos sobre a PIEPE devem contactar, preferencialmente, a escola de inscrição através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Estas informações não dispensam a consulta do referido documento.

O pagamento de emolumentos deve ser efetuado presencialmente nos Serviços Administrativos da ESFRL, sendo necessário efetuar marcação prévia.

 

Documentos relacionados