Afinal a vida evolui

EXPOSIÇÃO DE 22 PÓSTERES FEITOS POR ALUNOS


revistos e editados pelas suas professoras de Biologia e Geologia 11
no Centro de Interpretação Ambiental (junto ao Moinho do Papel) até 31 de março,
partindo daí, em itinerância, pelas escolas secundárias do concelho de Leiria

 

 As cinco turmas do 11.º ano a quem é lecionada a disciplina de Biologia e Geologia fizeram esta exposição. Participaram ativamente 129 alunos e 4 professoras. Alguns alunos assistentes também colaboraram.

Cada turma realizou 4 pósteres alusivos às diferentes fases do pensamento sobre a origem da biodiversidade, a saber:

Turma E - O pensamento fixista e as suas variantes apoiadas em Platão, Aristóteles e Cuvier; a perspetiva do tempo infinito e a rejeição do pensamento fixista.

A turma agradece à professora de Filosofia os contributos científicos que deu à construção do póster 1.

Turma D - O pensamento lamarquista e as suas características; o neolamarquismo.

Turmas A e B - O pensamento darwinista: como se originou, argumentos em que se fundamentou, como teorizou e que lacunas e erros cometeu.

Turma C - O pensamento neodarwinista, os seus métodos e fundamentos.

 

Ler notícia na integra

 

1º Encontro de Jovens Investigadores de Leiria, no CIA

(Concurso com prémios)

Fizeste alguma atividade investigativa, científica ou laboratorial que queiras dar a conhecer aos teus colegas mais novos?

Realizaste algum projeto investigativo que queiras divulgar?

Inventaste algum jogo ou atividade que explore competências mentais?

 Regulamento

Prémios alcançados em concursos escolares regionais, nacionais ou internacionais valorizam o teu currículo académico, na Europa!

inscreve-te na portaria, até ao dia 3 de abril!

valoriza o teu currículo!

diverte-te!

 

SOMOS DIFERENTES?

Trabalho de campo realizado na ESFRL, que compara

alunos do 11º ano do curso de artes-visuais e de ciências e tecnologias

Aos 16 anos, os alunos que frequentam artes visuais são diferentes dos alunos de ciências e tecnologias? Há quem opine que sim, que os alunos de artes são mais baldas, despreocupados e indiferentes; há também quem diga que os alunos de ciências não se sabem divertir, são mais tristes e deprimidos. Também se ouve dizer que os alunos de artes são mais solidários, criativos e intuitivos e que os de ciências estabelecem relações mais frias, competitivas e distantes, que são mais racionais e objetivos.

Diz-se muita coisa… Mas será verdade o que se diz?

Ler estudo completo

 

Ciência em Cena - Doenças Cardiovasculares

Se tens uma ideia e gostas de participar em concursos, filma as tuas palavras, os teus gestos, as tuas ideias e partilha uma boa história sobre as doenças cardiovasculares. Uma história vibrante e
original!

Este concurso anual, dinamizado pela Fundação Calouste Gulbenkian e pela Associação Maratona da Saúde, pretende despertar em ti o interesse pelo conhecimento científico, consciencializando-te para a existência de doenças do coração, na perspetiva da compreensão da doença e da solidariedade com quem sofre.

Candidaturas abertas

Ciência em Cena - Ciência em cena - Fundação Calouste
Gulbenkian

https://gulbenkian.pt/cienciaemcena/

Para mais informações, dirige-te à receção e procura os contactos das professoras coordenadoras dos clubes de TEATRO ou de CIÊNCIA VIVA.